Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Pesquisa
Início do conteúdo da página

Projetos de Pesquisa

Publicado: Terça, 28 de Agosto de 2018, 10h10 | Última atualização em Quarta, 10 de Fevereiro de 2021, 10h17 | Acessos: 647

 Na busca de maior compreensão sobre a área da Saúde Coletiva na realidade brasileira, depara-se com uma série de questões que a permearam desde seu princípio, provocando um certo complexo de problemas concretos que reclamam, na atualidade, elucidações teórico-interventivas no desempenho dessa prática social. Reconhecendo a impossibilidade de um único pesquisador dar conta das múltiplas dimensões circundantes e constitutivas da Saúde Coletiva, sob pena de ganhar em abrangência, em quantidade, mas perder substancialmente em qualidade e profundidade, é que o Curso de Graduação em Saúde Coletiva da Unifesspa propõe, a partir da pesquisa, estudos na produção de conhecimento nessa área.

Compreende-se, no processo de produção do conhecimento, que além da importância da Saúde Coletiva em sua postura interventiva e reflexiva voltadas para a área da saúde, destaca-se também o valor da sua ação investigativa, para um procedimento técnico mais qualificado. Apesar de serem momentos diferentes de construção do conhecimento, eles se complementam, sem, contudo, perderem os seus traços determinantes. Tanto a ação interventiva como a investigativa necessitam do mínimo de informações teóricas, ou seja, de conhecimentos produzidos a partir da pesquisa. Esta, por sua vez, se enriquece ao dialogar com as experiências sociais, ao mesmo tempo que nutre teoricamente essas experiências. Por isso, a pesquisa é questão central para o debate contemporâneo na área da Saúde Coletiva, pois é pela via da pesquisa que o seu avanço pode ser verificado.

Como ponto de partida conceitual, a pesquisa em saúde, especialmente, tem como objetivo fundamental fornecer as bases científicas e tecnológicas para a produção de bens e serviços que mantenham ou aumentem o bem-estar das pessoas, assim, o critério que melhor define a pertinência de um trabalho de pesquisa no campo da pesquisa em saúde é a finalidade da pesquisa. Com isso, pode-se definir as atividades de pesquisa científica e tecnológica em saúde como as que resultam em produtos e processos que possam contribuir para promover, manter ou recuperar a saúde das pessoas.

Dessa forma, o Curso de Graduação em Saúde Coletiva incentivará os discentes a participarem da etapa de produção científica através de projetos de pesquisa. A pesquisa deve ser estimulada e utilizada como metodologia viabilizadora do processo de emancipação dos discentes, aperfeiçoando a proficiência em tecnologias de informação e língua estrangeira, fundamentando a tomada de decisões baseada em evidências e estimulando a formação continuada. Essa participação pode se dar mediante o interesse dos estudantes, os quais poderão ser ou não beneficiados com bolsas de iniciação científica. A disponibilidade de bolsas aos estudantes está vinculada à participação dos programas e projetos em Editais internos e externos de financiamento. As pesquisas serão utilizadas, prioritariamente, para o desenvolvimento das atividades de produção de conhecimento no Curso, bem como fornecerão parâmetros para a definição dos temas de TCC, determinando assim uma articulação entre os componentes curriculares teórico-práticos, além de realizar a articulação entre Ensino, Pesquisa e Extensão.

As Linhas de Pesquisa atualmente do Curso são as seguintes: 1) Avaliação de políticas públicas e gestão de programas e serviços no âmbito do SUS; e 2) Educação popular e gestão participativa em saúde. Essas linhas de pesquisa atualmente do Curso foram selecionadas, dentre as muitas linhas da área da saúde coletiva, pelo Grupo de Estudos e Pesquisa em Saúde Coletiva (http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/7646544102942219).

O curso de Saúde Coletiva da Unifesspa conta um corpo docente que trabalha com diversas linhas de Pesquisa. Entre os projetos de pesquisa desenvolvidos atualmente temos:

- O Papel do Educador no processo de Ensino e aprendizagem na percepção de alunos de um Instituto de Saúde e Biológicas de uma Universidade Pública no Pará (Coordenadora Profa. Dra. Isabella Piassi Dias Godói)

- Disposição a pagar do brasileiro por vacinas hipotéticas de importantes infecções no país (Coordenadora Profa. Dra. Isabella Piassi Dias Godói)

Disposição a pagar por uma vacina hipotética para a prevenção de COVID-19 no Brasil (Coordenadora Profa. Dra. Isabella Piassi Dias Godói)

 - Avaliação do desenvolvimento de trabalhos de conclusão de curso (TCC) das primeiras turmas de Graduação em Saúde Coletiva. (Coordenadora: Profa. Dra. Aline Coutinho Cavalcanti)

- Avaliação de Bancos de Dados em Saúde: Impacto Econômico e Epidemiológico da Dengue na Região norte do Brasil (Coordenadora Profa. Dra. Isabella Piassi Dias Godói)

- Diagnóstico comunitário da Saúde do idoso. (Coordenadora Prafa. Dra. Ana Cristina Viana Campos.

- Exposição ao flavorizante diacetil: Estudo da acetilação de proteínas via radicalar empregando ferramentas bioanalíticas. (Coordenadora: Profa Dra. Letícia Dias Lima Jedlicka)

- Identidades masculinas no envelhecimento: reflexões antropológicas para a promoção da saúde. (Coordenador Prof. Dr. Jeferson Santos Araújo; Colaboradores: Profa Aline Aparecida de Oliveira Campos)

- Emprego da Tecnologia da informação na educação continuada em tuberculose: uma revisão sistemática. (Coordenador Prof. Dr. Carlos Podalirio Borges de Almeida)

-Absenteísmo em profissionais da rede municipal de saúde de Marabá- PA: perfil epidemiológico. (Coordenador Prof. Carlos Podalirio Borges de Almeida)

 

0
0
0
s2smodern
Fim do conteúdo da página